Construção de uma base de dados de datações de sítios arqueológicos da Península Ibérica: contribuição para o estudo de sequências cronológicas

  • Guilherme Cardoso
  • Luiz Oosterbeek
  • M. Isabel Dias
Palavras-chave: Base de Dados, Datação Absoluta, Arqueologia

Resumo

A construção de uma base de dados, que permita compilar, organizar e disponibilizar à comunidade científica as datações absolutas publicadas, é uma ferramenta importante na investigação arqueológica. Especificamente desenhada e concebida para esse efeito, a base de dados das Datações Absolutas para a Península Ibérica (DAPI), inclui os resultados recolhidos dos diferentes métodos de datação disponíveis dos sítios arqueológicos da Península Ibérica.

Esta base de dados foi desenhada em Access, um programa divulgado a nível mundial e com uma interface simples, permitindo ainda a sua exportação para Excel, simplificando a visualização dos dados.

A sua interface consente ao utilizador visualizar os dados já inseridos, por sítio arqueológico ou pela impressão da lista de datações existentes; admite visualizar, no Google Earth, a localização geográfica do sítio; possibilita a inserção de novos dados, ou mesmo, alterar os anteriores, se observar-se algum dado incorrecto.

 

Publicado
2012-10-31
Como Citar
Cardoso, G., Oosterbeek, L., & Dias, M. I. (2012). Construção de uma base de dados de datações de sítios arqueológicos da Península Ibérica: contribuição para o estudo de sequências cronológicas. Estudos Arqueológicos De Oeiras, 19, 305-310. Obtido de https://eao.cm-oeiras.pt/index.php/DOC/article/view/237