Tomografia de neutrões aplicada a azulejos dos séculos XVI e XVII – visualização para caracterização, diagnóstico e optimização de técnicas de conservação

  • M. A. Stanojev Pereira
  • M. I. Prudêncio
  • J. G. Marques
  • M. O. Figueiredo
  • M. I. Dias
  • T. P. Silva
  • L. Esteves
  • C. I. Burbidge
  • M. J. Trindade
  • R. Marques
  • M. B. Albuquerque
Palavras-chave: Tomografia de neutrões, Azulejo, Conservação, Consolidante, Pincelagem e imersão, Técnica não-destrutiva

Resumo

O equipamento de Tomografia com neutrões (TN) instalado no Reactor Português de Investigação (Sacavém, Portugal) foi utilizado para visualizar a estrutura interna de azulejos portugueses antigos submetidos a tratamentos de conservação. Os neutrões possuem a vantagem de serem fortemente atenuados pelo hidrogénio, de modo que a TN é capaz de mapear os compostos hidrogenados, com elevada sensibilidade.

O presente estudo explora o potencial desta técnica para avaliação da eficiência de distribuição do consolidante Palaroide® B-72 no interior de azulejos utilizando dois processos de aplicação – pincelagem e imersão. Os resultados mostraram que a técnica de pincelagem é a mais eficiente, conduzindo a uma maior e melhor distribuição do consolidante dentro do azulejo. Após tratamento, a água permanece durante mais tempo entre o vidrado e o corpo cerâmico.

Publicado
2012-10-31
Como Citar
Pereira, M. A. S., Prudêncio, M. I., Marques, J. G., Figueiredo, M. O., Dias, M. I., Silva, T. P., Esteves, L., Burbidge, C. I., Trindade, M. J., Marques, R., & Albuquerque, M. B. (2012). Tomografia de neutrões aplicada a azulejos dos séculos XVI e XVII – visualização para caracterização, diagnóstico e optimização de técnicas de conservação. Estudos Arqueológicos De Oeiras, 19, 261-272. Obtido de https://eao.cm-oeiras.pt/index.php/DOC/article/view/231