Estudo de um conjunto de machados metálicos do Norte de Portugal

  • C. E. Bottaini
  • Claudio Giardino
  • Giovanni Paternoster
Palavras-chave: Idade do Bronze, Portugal setentrional, machados metálicos, XRF, metalografia

Resumo

No presente estudo expõem-se os resultados das análises químicas e metalográficas realizadas em dez machados metálicos procedentes de diversos sítios da Idade do Bronze do norte de Portugal: trata-se de um grupo de artefactos bastante heterogéneo, constituído por machados planos de gume alargado, machados de talão e machados de alvado. Estes metais têm origens distintas, procedendo de achados antigos e fortuitos, o que limita o enquadramento arqueológico das peças: porém, com base em considerações de natureza tipológica, os dez machados poderão abranger um arco temporal bastante amplo, situado entre o Bronze Médio e o Bronze Final ou até aos inícios da Idade do Ferro (séculos XVII/VIII a.C.).

O presente texto, ao valorizar as informações de natureza arqueológica disponíveis em relação a este material, tem como objectivo apresentar e discutir os resultados das análises químicas realizadas por fluorescência de raios X e das observações metalográficas efectuadas com microscópio óptico.

Publicado
2012-10-31
Como Citar
Bottaini, C. E., Giardino, C., & Paternoster, G. (2012). Estudo de um conjunto de machados metálicos do Norte de Portugal. Estudos Arqueológicos De Oeiras, 19, 19-34. Obtido de https://eao.cm-oeiras.pt/index.php/DOC/article/view/203