O contributo das análises metalográficas na caracterização cultural e estilística de adornos metálicos da Idade do Ferro. O caso do Crasto de Palheiros – Murça / Norte de Portugal

  • Ana Abrunhosa
  • Dulcineia B. Pinto
Palavras-chave: Idade do Ferro, Análises metalográficas, modos/técnicas de fabrico

Resumo

O estudo apresentado reflecte os resultados obtidos num projecto de investigação – financiado pelo programa IJUP'10/Santander – que integra a análise metalográfica de vários artefactos metálicos em liga de cobre encontrados na estação arqueológica Crasto de Palheiros – Murça (Vila Real). As várias análises foram realizadas no CEMUP (Centro de Estudo de Materiais da Universidade do Porto), pela técnica SEM-LVMSEM e tiveram como objecto de estudo vários artefactos de metal datados da Idade do Ferro. O principal objectivo prende-se com uma caracterização fina dos adornos metálicos deste povoado de modo a permitir, num momento posterior, uma caracterização das condições de produção e modos de fabrico em articulação com os gostos estéticos e estilísticos das comunidades desta região de Trás-os-Montes durante este período cronológico-cultural.

Publicado
2012-10-31
Como Citar
Abrunhosa, A., & Pinto, D. B. (2012). O contributo das análises metalográficas na caracterização cultural e estilística de adornos metálicos da Idade do Ferro. O caso do Crasto de Palheiros – Murça / Norte de Portugal. Estudos Arqueológicos De Oeiras, 19, 13-18. Obtido de https://eao.cm-oeiras.pt/index.php/DOC/article/view/202